Qual é o instrumento certo para você?

Existem diferentes modelos de violão, com diferentes formatos e tamanhos. O ideal é que o músico faça a escolha do modelo considerando o estilo que quer tocar, mas também o seu porte físico, ou seja, que avalie instrumentos apropriados ao tamanho do seu braço e da sua mão.

 

No caso de violões de cordas de aço (que eu chamo de violão folk), eu disponibilizo os formatos mais comuns, que são, por ordem de tamanho, os seguintes:

0 - É o menor tamanho que eu faço, e é apropriado para quem tem mãos mais pequenas e braços mais curtos. Apesar do tamanho menor, tem uma projeção e volume incríveis, com um timbre muito próprio, o que o torna excelente para gravações e uso em casa.

00 - É um pouco maior que o tamanho anterior, com sonoridade parecida mas com um reforço nos médio-graves. Pode ser feito em dois tamanhos de escala, para mãos pequenas ou maiores.

000 - Esse é um instrumento muito associado ao blues norte-americano, por possuir uma caixa sonora de tamanho parecido à de um violão clássico, escala longa e encaixe do braço no 12o. traste, o que o torna perfeito para uso com slide. O timbre é clássico.

 

OM - É o modelo preferido dos músicos contemporâneos de jazz, por oferecer um timbre muito bacana, muito balanceado, com excelente projeção e ergonomia. É também o meu modelo tradicional preferido. O tamanho da caixa sonora é confortável sem ser demasiadamente pequena, e a escala apesar de longa, não oferece muito problema mesmo para quem tem mãos de tamanho médio.

 

D - É o modelo Dreadnought, preferido dos músicos da onda country-sertanejo, por seu timbre poderoso e estalado, com graves bem penetrantes e notas firmes, graças ao tamanho e profundidade da caixa e da escala longa. Este é considerado um violão de tamanho grande, que funciona melhor tocado de pé, com correia​.

J - Modelo Jumbo, é o maior tamanho de violão que eu faço. Apresenta uma caixa um pouco maior que a do Dreadnought com o mesmo som potente com ênfase nos médio-graves. Eu faço esse modelo também com escala longa, para aproveitar bem o seu potencial sonoro.

No caso do violão de cordas de nylon (que eu chamo aqui de clássico), eu faço basicamente o mesmo modelo, porém em dois tamanhos diferentes:

C - É o violão de concerto, com caixa sonora de tamanho padrão Torres e com escala longa, sendo adequado para quem tem mãos e braços médios ou grandes, com muita projeção e ambiência, e timbre cristalino. 

¾ - É o uma versão reduzida do modelo padrão, com caixa menor e escala curta, especialmente desenhado para quem tem mãos e braços menores, sendo ideal para estudantes de musica adolescentes, pois facilita a execução sem compromisso da sonoridade.

Comparação de tamanhos por formato

tamanhos.png

serie ESTUDANTE

Por ser um instrumento de entrada, me esforcei ao máximo para realizar um violão capaz de oferecer um preço extremamente competitivo para um instrumento realmente de qualidade, feito sob medida. Utilizo apenas madeiras com corte e características apropriadas para instrumentos musicais. devidamente estabilizadas em ambiente de umidade controlada. Tenho excelentes resultados utilizando abeto e cedro canadense para tampo, imbuia e freijó para faixa e fundo, ipê para escala e cavalete. O instrumento é responsivo e funcional, e com um acabamento que não reflete o preço, filetado tanto no tampo quanto no fundo.

Classico Estudante.jpg

Violão Folk (cordas de aço)

Formatos: 0, 00, 000 

 

Violão Clássico (cordas de nylon)

Formatos: C, C ¾ 

 

Comprimento de Escala: 

24.9” (Formatos 0 e 00)

25.4” (Formatos 00 e 000)

590mm (Formato C ¾ )

650mm (Formato C)

- Tampo de abeto ou cedro canadense, sempre sólido - Faixa e fundo de imbuia ou freijó, sempre sólido - Escala e cavalete de ipê

- Filetado no tampo e no fundo - Acabamento acetinado -​ Acompanha bag

- Tampo de abeto ou cedro canadense, sempre sólido - Faixa e fundo de imbuia ou freijó, sempre sólido - Escala e cavalete de ipê

1/2

serie TRADICIONAL

Esse é o instrumento que presta homenagem às inesquecíveis obras de arte feitas no passado e que até hoje habitam a nossa imaginação. Não se trata porém de réplicas perfeitas: em cada instrumento que eu faço eu incorporo as melhorias que considero convenientes, mas sem com isso afetar a vibe e as características essenciais do original. Utilizo nos meus modelos ornamentação tradicional empregando materiais nobres como madrepérola, abalone, celuloide importado, ivoroid, etc. Utilizo madeiras muito especiais nestes modelos, como os abetos Adirondack, Engelmann e Alpine para o tampo. Para faixa e fundo, utilizo Jacarandá, Mogno, Macassar Ebony, Koa, Flame Maple, Madagascar Rosewood, Bocote, Ziricote, entre outras, bem como Ébano ou Jacarandá para escala e cavalete. O resultado sempre é um instrumento realmente especial, diferenciado, tanto do ponto de vista sonoro quando estético, sendo quase sempre feito exclusivamente para o cliente.

- Vibe tradicional - Tampo do melhor abeto importado, sempre sólido - Madeiras exóticas para faixa e fundo, sempre sólido - Escala e cavalete de ébano ou jacarandá

- Ornamentação diferenciada, utilizando apenas materiais nobres - Acompanha hardcase de luxo feito sob medida

- Vibe tradicional - Tampo do melhor abeto importado, sempre sólido - Madeiras exóticas para faixa e fundo, sempre sólido - Escala e cavalete de ébano ou jacarandá

1/2
Jumbo Tradicional.jpg

Violão Folk (cordas de aço)

Formatos: 0, 00, 000, OM, D , J

 

Violão Clássico (cordas de nylon)

Formato: C

 

Comprimento de Escala: 

24.9” (Formatos 0 e 00)

25.4” (Formatos 00, 000, OM, D e J)

650mm (Formato C)

serie PROFISSIONAL

Minha versão modificada dos grandes clássicos, com ornamentação discreta e elegante, madeiras nobres e consagradas, como Jacarandá indiano, Mogno, Abetos americanos e europeus, Cedro canadense, além de funcionalidade ampliada e inovações técnicas com o objetivo de resolver os problemas mais comuns e atender às necessidades dos músicos profissionais. Todos os instrumentos são entregues com captador instalado, de rastilho ou de contato, com jack embutido na culatra, para ser utilizado com preamp externo (não incluído). Também já são instaladas as roldanas para uso do instrumento em pé, com correia (não incluída). Caso haja interesse do cliente, também pode ser instalado, sob consulta, os seguintes componentes eletrônicos: Preamp interno, microfone interno, blender, equalizador e efeitos. Do ponto de vista funcional, instrumentos dessa série utilizam trastes de inox, que oferecem maior resistência ao desgaste; regulagem de alinhamento de braço, sem necessidade de retirada do mesmo; cutaway para acesso facilitado às posições mais altas da escala; regulagem de altura de cordas no rastilho e na pestana, sem necessidade de retirada dos mesmos; diversas opções de comprimento de escala, inclusive multiscale; soundport para melhor resposta sonora do instrumento acústico.

OM Avant-garde.jpg

Violão Folk (cordas de aço)

Formatos: OM, J

 

Violão Clássico (cordas de nylon)

Formato: C

 

Comprimento de Escala: 

25” (Formatos OM, J)

25.5” (Formatos OM, J)

Baritono 27” (Formato J)

Multiscale 25”-25.5” (Formatos OM, J)

Multiscale 25.5”-26” (Formatos OM, J)

650mm (Formato C)

660mm (formato C)

- Tampo de abeto americano ou europeu,  ou cedro canadense, sempre sólidos - Faixa e fundo de jacarandá indiano ou mogno, sempre sólidos ​- Escala e cavalete de ébano ou jacarandá - Trastes de aço inox

- Captador e roldanas instalados - Regulagem de alinhamento do braço - Regulagem de altura das cordas ​- Cutaway

- Soundport ​- Multiscale e Baritone ​- 12 cordas (Folk) e 7 cordas (Clássico)​ ​- Acompanha hardcase feito sob medida

- Tampo de abeto americano ou europeu,  ou cedro canadense, sempre sólidos - Faixa e fundo de jacarandá indiano ou mogno, sempre sólidos ​- Escala e cavalete de ébano ou jacarandá - Trastes de aço inox

1/3